top of page
  • Foto do escritorproje24

Ciclo menstrual e endometriose


A relação da endometriose com ciclo menstrual pode ocorrer de duas formas, justificadas por estudos que indicam a possibilidade de o risco da doença ser maior em mulheres que possuem o ciclo menstrual mais curto.

A teoria da menstruação retrógada foi proposta pelo ginecologista norte-americano John Albertson Sampson. Sugere que os fragmentos do endométrio normal, que deveriam ser eliminados pela menstruação, refluem pelas tubas uterinas, implantando-se em outros locais.

Um ciclo menstrual curto geralmente significa o aumento da frequência menstrual e maior risco de exposição à menstruação. Assim, a duração menor do que a média pode, teoricamente, potencialmente aumentar a ocorrência ou o risco de sangramento retrógrado e, consequentemente, a incidência de endometriose.

A outra explicação para isso é o fato de o tecido ectópico, característico de endometriose, assim como o endométrio normal também ciclar sob a ação hormonal, sendo que as mulheres com ciclo curto estão mais expostas às alterações inflamatórias decorrentes deste processo.

Você sabia disso? Qual a sua dúvida sobre a endometriose?


3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page