top of page
  • Foto do escritorproje24

Cirurgia da endometriose


Apesar de uma cura difícil, há opções de tratamento que variam conforme os sintomas e a gravidade da doença. Além de medicamentos e tratamento hormonal, também há a possibilidade de cirurgia.


A cirurgia da endometriose é indicada quando o tratamento medicamentoso não surtiu efeito, quando houver sintomas graves ou ainda a progressão da doença. A intervenção cirúrgica também pode ser necessária quando o tecido endometrial estiver instalado em local específico que demande a remoção direta.


Para identificar precisamente o local em que o endométrio precisa ser removido, são solicitados exames, como a ultrassonografia para mapeamento de focos de endometriose, o que facilita o trabalho do médico no momento da cirurgia. Mas o mais importante é a ressonância magnética. Insista para o seu médico solicitar ressonância se você tiver suspeita de endometriose.


A cirurgia de endometriose pode ser realizada sob anestesia geral. Geralmente, é feita por meio de laparoscopia, que apresenta menos riscos e tempo de recuperação mais curto. A cirurgia consiste na inserção de uma microcâmera através de pequenas incisões na região abdominal, a fim de promover a visibilidade dos órgãos. Logo em seguida, o médico remove todo o tecido endometrial anormal.

O procedimento será previamente discutido com a paciente e/ou família, levando em consideração o seu desejo ou não de engravidar.

É importante ressaltar que mesmo com a realização da cirurgia pode haver a reincidência da endometriose, por isso há necessidade de manter o acompanhamento médico e as consultas. Quanto ao pós-operatório, a paciente deve seguir todas as orientações médicas para obter o melhor resultado da cirurgia e evitar possíveis complicações.


0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page