top of page
  • Foto do escritorproje24

Exame de papanicolau

A realização periódica do exame de Papanicolau desempenha um papel crucial na prevenção e detecção precoce do câncer de colo do útero, sendo uma prática recomendada por organizações de saúde em todo o mundo. Seguem informações relevantes embasadas em estudos científicos:


1. Início e Periodicidade:

- A American Cancer Society (ACS) recomenda que as mulheres iniciem os exames de Papanicolau aos 21 anos, independentemente do início da atividade sexual, e que se repitam a cada três anos até os 29 anos.

- Para mulheres entre 30 e 65 anos, a ACS sugere a realização do Papanicolau combinado com o teste de DNA para o vírus HPV a cada cinco anos, ou o Papanicolau isolado a cada três anos.

- Mulheres acima de 65 anos que tenham um histórico recente de resultados normais podem interromper os exames, a menos que apresentem fatores de risco.


2. Como Fazer o Exame:

- O exame de Papanicolau é simples e rápido. Um espéculo é usado para abrir suavemente as paredes vaginais, permitindo a coleta de células do colo do útero com uma espátula ou escova. Essas células são então enviadas para análise em laboratório.


3. Quem Deve Fazer:

- Todas as mulheres, independentemente da orientação sexual, devem realizar exames regulares de Papanicolau.

- Mulheres que foram vacinadas contra o HPV ainda devem seguir as diretrizes de triagem, pois a vacina não protege contra todos os tipos de HPV causadores de câncer cervical.


4. Referências Bibliográficas:

- American Cancer Society. (2022). Guidelines for the Early Detection of Cancer. Disponível em: [https://www.cancer.org/cancer/cervical-cancer/detection.html](https://www.cancer.org/cancer/cervical-cancer/detection.html)

- Saslow, D., Solomon, D., Lawson, H. W., et al. (2012). American Cancer Society, American Society for Colposcopy and Cervical Pathology, and American Society for Clinical Pathology screening guidelines for the prevention and early detection of cervical cancer. CA: A Cancer Journal for Clinicians, 62(3), 147-172.


Dr. Rogério Tadeu Felizi

Médico ginecologista especialista em tratamento de miomas uterinos e endometriose


1 visualização0 comentário

Comentários


bottom of page