• proje24

Mioma, Leiomioma, Sarcoma: o que são todos esses termos?


Chamamos de mioma ou leiomioma os tumores benignos originários da musculatura da parede uterina (miométrio).

São achados muito frequentes em mulheres jovens e parecem estar associados a determinados fatores, tais como:

primeira menstruação antes dos 10 anos de idade;

obesidade;

consumo de carne vermelha;

uso de álcool;

deficiência de vitamina D;

pressão alta.

Na maioria das vezes, os miomas não necessitam de cirurgia, pois não conferem risco à mulher.

Quanto ao tipo de crescimento, o mioma é classificado em:

subseroso quando cresce para a parte externa do útero;

intramural caso cresça no interior da parede uterina;

submucoso quando cresce para o interior da cavidade uterina (cavidade endometrial).

Como respondem aos estímulos hormonais produzidos pelos ovários, os miomas podem apresentar crescimento significativo e atingir grandes volumes, gerando desconforto pélvico e abdominal. Além disso, os miomas submucosos podem estar associados a sangramento aumentado no período menstrual e infertilidade. Nesses casos, pode haver a necessidade de tratamento cirúrgico para aliviar o desconforto e os outros sintomas causados pelo mioma.

É importante ter em mente que miomas são tumores benignos, incapazes de produzir metástases. Mioma não é câncer.

Sarcoma - O sarcoma uterino é conhecido como “o primo maligno do mioma”. Sarcomas e miomas são tumores uterinos com comportamentos bem distintos. O sarcoma é uma lesão de crescimento rápido, com capacidade de disseminar-se para outras regiões do corpo e produzir metástases.

Felizmente, os sarcomas uterinos são tumores extremamente raros, correspondendo a aproximadamente 3 casos para cada 1.000 histerectomias realizadas.


#centrodemiomas #miomas #ginecologistaespecializadoemmiomas #cirurgiarobotica #cirurgiaminimamenteinvasiva #cirurgialaparoscópica #ginecologista #Endometriose #Adenomiose #Blogdaendometriose #endometriose #drrogeriofelizi #ginecologistaespecialistaemendometriose #ginecologista


0 visualização0 comentário