top of page
  • Foto do escritorproje24

Miomectomia por histeroscopia: uma solução menos invasiva para tratar miomas uterinos!




Você já ouviu falar sobre a miomectomia por histeroscopia? É uma técnica cirúrgica que tem se tornado cada vez mais popular para tratar miomas uterinos, oferecendo uma alternativa menos invasiva em comparação à cirurgia abdominal tradicional.


As principais indicações para a miomectomia por histeroscopia são miomas submucosos, ou seja, aqueles que se desenvolvem no interior da cavidade uterina. Esses miomas podem causar sintomas incômodos, como sangramento menstrual intenso, cólicas intensas e até mesmo infertilidade. Com a miomectomia por histeroscopia, é possível remover esses miomas sem a necessidade de grandes incisões ou cicatrizes.


Mas afinal, como é realizada a miomectomia por histeroscopia? Nesse procedimento, um pequeno instrumento chamado histeroscópio é inserido através do colo do útero, permitindo ao médico visualizar o interior do útero em um monitor. Com o auxílio de outros instrumentos cirúrgicos, os miomas são removidos cuidadosamente, preservando o útero e minimizando os riscos de complicações.


Os benefícios da miomectomia por histeroscopia são inúmeros! Além de ser menos invasiva, essa técnica apresenta menor tempo de recuperação pós-operatória, menor risco de infecções e menor chance de aderências uterinas. Além disso, a preservação do útero possibilita a manutenção da fertilidade, o que é uma ótima notícia para as mulheres que desejam engravidar no futuro.


Se você sofre com miomas uterinos e está em busca de uma opção de tratamento mais suave, a miomectomia por histeroscopia pode ser uma excelente alternativa. Consulte um ginecologista especializado para avaliar o seu caso e descobrir se essa técnica é indicada para você. Sua saúde e bem-estar merecem o melhor cuidado!


0 visualização0 comentário

Comentarios


bottom of page