top of page
  • Foto do escritorproje24

Miomectomia robótica

A miomectomia robótica é um procedimento cirúrgico minimamente invasivo realizado para remover miomas uterinos, que são tumores benignos que se desenvolvem no útero. A técnica robótica permite uma abordagem mais precisa e controlada em comparação com a cirurgia aberta tradicional, resultando em menos danos aos tecidos circundantes e uma recuperação mais rápida para a paciente.



Existem várias indicações para a miomectomia robótica, incluindo:


1. Sintomas severos: Quando os miomas uterinos causam sintomas graves, como sangramento intenso, dor pélvica crônica ou pressão na bexiga ou intestino, a miomectomia robótica pode ser recomendada. Esses sintomas podem afetar significativamente a qualidade de vida da paciente e a remoção dos miomas pode aliviar os sintomas.


2. Infertilidade: Miomas uterinos podem afetar a fertilidade de uma mulher, interferindo na implantação do embrião ou causando abortos espontâneos. Em casos de infertilidade relacionada aos miomas, a miomectomia robótica pode ser realizada para remover os tumores e melhorar as chances de gravidez.


3. Desejo de preservar o útero: Para mulheres que desejam preservar o útero para futuras gestações, a miomectomia robótica pode ser uma opção. Ao contrário da histerectomia, que envolve a remoção completa do útero, a miomectomia robótica remove apenas os miomas, preservando assim a capacidade reprodutiva da mulher.


4. Miomas grandes ou múltiplos: Miomas grandes ou múltiplos podem ser mais desafiadores de serem removidos por meio de cirurgia aberta tradicional. A miomectomia robótica oferece uma maior precisão e visão tridimensional, permitindo que o cirurgião remova os miomas de forma mais eficiente e segura.


5. Miomas intramurais ou submucosos: Miomas intramurais ou submucosos são miomas que se desenvolvem dentro do músculo uterino ou na camada interna do útero, respectivamente. Esses tipos de miomas podem causar sintomas mais graves e podem afetar a fertilidade. A miomectomia robótica é uma opção eficaz para remover esses tipos de miomas, preservando ao máximo a função uterina.


Referências bibliográficas:


1. Advincula AP, Song A. Robot-assisted laparoscopic myomectomy versus abdominal myomectomy: a comparison of short-term surgical outcomes and immediate costs. J Minim Invasive Gynecol. 2007;14(6):698-705.


2. Nezhat C, Lavie O, Hsu S, Watson J, Barnett O, Lemyre M. Robotic-assisted laparoscopic myomectomy compared with standard laparoscopic myomectomy—a retrospective matched control study. Fertil Steril. 2009;91(2):556-559.


3. Fader AN, Escobar PF. Laparoendoscopic single-site surgery (LESS) in gynecologic oncology: technique and initial report. Gynecol Oncol. 2009;114(2):157-161.


4. Lee CL, Wu KY, Su H, et al. Comparison of robotic surgery with laparoscopy and laparotomy for treatment of endometrial cancer: a meta-analysis. PLoS One. 2014;9(11):e108361.


5. Gargiulo AR, Srouji SS, Missmer SA, et al. Robot-assisted laparoscopic myomectomy compared with standard laparoscopic myomectomy: a retrospective matched control study. Fertil Steril. 2011;96(3):e89.


Dr. Rogério Tadeu Felizi

Médico ginecologista especialista em tratamento de endometriose e miomas uterinos

2 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page