top of page
  • Foto do escritorproje24

Mitos sobre os miomas


Os miomas uterinos são, na imensa maioria das vezes, tumores benignos. Eles acometem pelo menos metade das mulheres em idade fértil.


Segundo especialistas, a desinformação sobre a doença é a principal inimiga das pacientes. Por desconhecerem as características, sintomas e possibilidades de tratamento, muitas mulheres acabam sofrendo com a piora dos sintomas e do próprio quadro clínico.


É de extrema importância para a saúde feminina desmistificar os miomas uterinos e suas características. Conhecimento é uma ferramenta indispensável na identificação, tratamento e cura da doença.


Abaixo citamos alguns dos mitos que envolvem os miomas uterinos.


Miomas em desenvolvimento têm alto potencial de malignidade

A presença de miomas uterinos não significa maiores chances de desenvolver câncer no útero ou em qualquer outro órgão.


Ter miomas confundidos com tumores malignos durante o diagnóstico é algo bastante raro. Exames de ressonância magnética e ultrassonografia proporcionam grande precisão diagnóstica.


Miomas uterinos sempre apresentam sintomas

Na maioria dos casos, cerca de 80%, a presença de miomas no útero não desencadeia nenhum tipo de sintoma. Um fator crucial que dificulta o diagnóstico.


Quando os sintomas se manifestam, o mais comum deles é o sangramento vaginal de fluxo intenso, que pode acontecer durante a menstruação ou fora dela.


Sensação de pressão na região pélvica, dores abdominais, vontade de urinar constante e dores ao ter relações sexuais são outros sintomas frequentes. A infertilidade pode ser outro sintoma dessa condição, mas é extremamente rara e depende, principalmente, da parte do útero em que o mioma está localizado.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page